Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

30 de agosto de 2013

Aulas

Aulas de Dança Contemporânea com Douglas Jung

Turma para iniciantes: Terças e Quintas - 12h às 14h30min
Nivel Intermediário/ Avançado: Segundas e Quartas - 14h - 15h30min

 Na Casa Cultural Tony Petzhold
mais informações (51) 95753749


Aulas de Dança Contemporânea com Andrea Spolaor

Terças e quintas das 9h às 10h30
Sala 209 da Usina do Gasômetro
Valor: 150,00 2X semana
            75,00 1X semana


Turmas de  Dança de Salão  Iniciante e intermediária  no centro de  Porto Alegre

Boa  localização e  horários  flexíveis.
Não  deixe  pra  depois.
Venha  fazer uma  aula experimental!!!
 *Turmas no centro de Porto Alegre

Terças: Das 17h às 18h:30 - Dança de Salão Iniciante
(1x Semana)
Terças: Das 18h:30 às 19h:30 - Dança de Salão Intermediário
(2x Semana)
Quintas: Das 19h:30 às 20h:30 - Dança de Salão Iniciante
(2x Semana)

ACADEMIA DO CENTRO
Rua Demétrio Ribeiro, 899 - Centro Historico
Contatos: 3224 06 92 e/ou 8514 84 77 - 
Daiane

Novos Horário de Dança com Gina Vitola



Confira os novos horários de dança cigana, danças árabes na Cia de Arte(Andradas, 1780 - Centro - Porto Alegre) com Gina Vitola.
As aulas são um convite a vivenciar a dança de forma diferenciada, abordamos em aula a parte técnica de cada dança, histórica, cultural, mesclando com vivências que propiciam o reencontro consigo mesmo e com o outro, através da dança como forma de terapia.
A liberdade de expressão corporal, mental, emocional é
o caminho para o desenvolvimento deste trabalho.

Nova Turma de BioDanza




23 de agosto de 2013

Programação de Final de Semana

Workshop de Dança Cigana Grega com Sayonara Linhares


É com imenso prazer que tenho a oportunidade de trazer a Porto Alegre a professora e estudiosa da cultura cigana Sayonara Linhares de Florianópolis, ela estará ministrando um workshop de dança cigana grega no dia 24 de agosto das 14h as 17h na Cia de Arte.
Maiores informações em anexo ou pelo fone (051) 9108.0402 com Gina Vitola.

Curso Teórico de Flamenco com Silvia Canarim

Local: Instituto Cervantes de Porto Alegre
End.: João Caetano, 285 – bairro Três Figueiras

Curso teórico de flamenco aberto a todos os interessados em conhecer a cultura flamenca desde sua história, música, dança, canto, grandes intérpretes e as novas tendências no contexto da contemporaneidade.

Serão sete encontros de 3h em sábados alternados no horário de 14h às 17h, totalizando 21h de curso. Duende y Misterio del Flamenco inicia no dia 24/08/13.

Programa:
24/08 - Módulo I: Origen y evolución: la historia y la geografía flamenca
31/08 - Módulo II: El compás flamenco
14/09 - Módulo III: Los estilos
28/09 - Módulo IV: El baile flamenco
05/10 - Módulo V: El cante flamenco
19/10 - Módulo VI: La guitarra
26/10 - Módulo VII: La metamorfosis: el baile flamenco en la contemporaneidad

Investimento:
R$ 475,00 (2x 237,50)

Informações e inscrições pelo telefone: 51-3079-2400

Mostra de Danças Árabes, Ciganas, Flamencas, Indianas e Tribais



Confira os participantes da 9ª Mostra de Danças Árabes, Ciganas, Flamenca, Indianas & Tribais no dia 25 de agosto as 18h no Teatro da Cia de Arte (Andradas, 1780 - Centro - Porto Alegre). Em anexo cartaz de divulgação.

Caroline Klipel, Cia Al Farah, Ciganas D’ Ouro, Escola de Dança do Ventre Najma Safi, Estúdio de Danças Juliana Lorenzoni, Ester Batista Machado, Estrela Cigana, Gina Vitola – Danças & Ritmos, Grupo de Danças Ciganas, Árabes & Fusões Dolunay, Grupo Experimental de Dança Déjà Vu, Grupo Shuvanis, Málika Samah & Kalila Amber, Manoela Bazacas & Alessandra Formighiere,
Patricia Mihr Dança Do Ventre, Rosa Jady, Sayonara Linhares, Silvia Rodrigues e Studio Aysha Jacobsen.

Baile de Dança de Salão e Ritmos Variados na Tanguera


No sábado dia 24 de agosto teremos o baile de dança de salão na Tanguera Estudio de Danza.

O baile começa às 21h, e custa R$ 15,00 antecipado e R$20,00 no dia.
Teremos empanadas de diversos sabores, bebidas, e músicas de ritmos variados.

20 de agosto de 2013

Selecionados Oficinas de Dança


FLAMENCO - MINISTRANTE: Sílvia Canarim Período: 20/08 a 19/11

Nome:
Adriana da Silva Salermo
Agatha Andrade Andriola
Aline Brustolin
Ana Maria Silveira de Vasconcelos
Ana Paula Messa Koetz
Claudia Corrêa dosSantos
Cristiane Fiorin Gama
Cristina Soares Melnik
Deise Graciela Taborda
Erick Ferreira Feijó
Fátima Zanette da Rosa
Gabriela Tarouco Tavares
Gina Vitola
Josemara Machado Fogaça
JULIO CESAR LARROYD DE BARROS
Nairani Costa de Jesus
Natália Vargas Xis
Odilon Braga de Souza
Rodrigo Silva Gonçalves
Rosi Tania Coelho da Silva
Suzana Gomez Pohia
Tanise Reginato
VANDACELI XAVIER BRESSIANI
THAÍS DUARTE DA MOTA
Margarete Sponchiado


DANÇAS URBANAS - MINISTRANTE: Gustavo Silva: 21/08 a 20/11 

Nome:
Graziela Alonso
Ester de Melo Borba
Aline Concolatto
Marina Alba Zinn
junio monteiro
MARILEI CLOSOSKI DA ROCHA
Nelsa Cardoso
Débora Michelle Rito Aço Martins
Bruna Moraes barros
RITA MORAES FAZENDA
Julia Vasconcellos
Vitor de Jesus Freitas
Haryana Maria dos Santos Urbim
Ivar Mangoni
Désirée Gerhardt de Castro
Lívia Vidal Coelho
Carla Pereira Lampert
Carmen Lucia Ribeiro Machado Andrade
Giovana Agostini
Bruna de Sá Piñeiro
Suzana Johann da Silva
Brunele Macedo Coelho
Caetano de Freitas Borges Dorneles
Fabiana de Souza Ribeiro
Tiziani Edler


DANÇA CONTEMPORÂNEA - MINISTRANTE: Eva Shul: 22/08 a 21/11

Nome:
Amanda Teixeira
Maílson Fantinel D'Avila
Renata Signoretti da Silva
Fernanda Freitas Dias
Patrícia Avila Ragazzon
Viviane Silva de Souza
Amanda Daniele Lehnen Silva
Luciano Belmont
Lucas Tossi Rigelo
DOUGLAS DIAS
Ricardo Zigomático Pereira Teixeira
Silvia Fries Marzullo
Vitória Schütt Zizemer
Cleidi Cristina Pereira
Mirella Muniz Dudzig


Ed. Somática e Consciência Corporal para Dança - MINISTRANTE: Bia Diamante Período: 22/08 a 21/11
Nome:
Daniela Delia
Teresinha de Jesus Silveira
Ana Paula dos Santos Rodrigues
Sibele Garroni Barão de Andrade
Roberta Pedroni
Lucas Ferreira Piccoli
Paul Kevin da Silva de Almeida
Graziela de Araújo Lock
Priscila Sanich Scalabrin
Lenita de bem
Flávia Zacouteguy Boos
Gigliola Sallenave
Cândida Rodrigues de Oliveira
Josemara Machado Fogaca
Jessica Barboza silva
Luiz Antonio Curatoli
Paula Ferreira
Karine de Almeida Paz
Melissa Dornelles
Paula Trombetta Amaral
Laura Bauermann
Leticia Dutra dos Santos
Lucas Nascimento de Deus
Douglas Jung
Leia Sper
Patricia de Cassia Pacheco de Carvalho

12 de agosto de 2013

SMC OFERECE AULAS DE DANÇA GRATUITAS NO CENTRO

 

Com o objetivo de possibilitar a prática na arte da dança, a Secretaria Municipal da Cultura, por meio do Projeto Escola Livre de Dança, oferece vagas em nível iniciante de Danças Urbanas, Flamenco e Dança Contemporânea. As aulas acontecerão no turno da manhã – das 10h30 às 12 horas - na Companhia de Arte( Rua dos Andradas, 1780). Cada turma tem 20 vagas, sendo o número de inscrição limitado a uma por pessoa. A idade mínima é de 15 anos. Os interessados devem preencher e enviar a ficha abaixo  para tomazzoni@smc.prefpoa.com.br. Outras informações podem ser obtidas pelo fone 32898063. As inscrições podem ser encaminhadas até dia 16 de agosto de 2013.

As aulas serão ministradas pelos professores Gustavo Silva(Danças Urbanas, quartas-feiras) Sílvia Canarim(Flamenco, terças-feiras e Eva Schul(Dança Contemporânea, sextas-feiras).

A iniciativa é uma promoção do Centro Municipal de Dança, em parceria com a Cia de Arte e a Descentralização da Cultura/SMC. A proposta de Escola Livre de Dança já vem desenvolvendo projetos como o do Grupo Experimental de Dança da Cidade, que busca a qualificação e aperfeiçoamento de interessados na área.

Nome:
Oficina Escolhida: Danças Urbanas(  ); Flamenco(  ); Dança Contemporânea(  )
Telefone:
Endereço eletrônico:
Endereço residencial:
Idade:

Já possui alguma experiência em dança? Sim(  ) Não(   ) Qual?

9 de agosto de 2013

Programação de Final de Semana


DUENDE Y MISTERIO DEL FLAMENCO 
Claves para comprender el arte andaluz y universal 
(Curso Teórico)




Professora: Silvia Canarim
Local: Instituto Cervantes de Porto Alegre
End.: João Caetano, 285 – bairro Três Figueiras

Curso teórico de flamenco aberto a todos os interessados em conhecer a cultura flamenca desde sua história, música, dança, canto, grandes intérpretes e as novas tendências no contexto da contemporaneidade.

Serão sete encontros de 3h em sábados alternados no horário de 14h às 17h, totalizando 21h de curso. Duende y Misterio del Flamenco inicia no dia 24/08/13.

Programa:
24/08 - Módulo I: Origen y evolución: la historia y la geografía flamenca
31/08 - Módulo II: El compás flamenco
14/09 - Módulo III: Los estilos
28/09 - Módulo IV: El baile flamenco
05/10 - Módulo V: El cante flamenco
19/10 - Módulo VI: La guitarra
26/10 - Módulo VII: La metamorfosis: el baile flamenco en la contemporaneidad

Investimento:
R$ 475,00 (2x 237,50)

Informações e inscrições pelo telefone: 51-3079-2400


SEM, espetáculo da Lírio Cia de Dança

Foto: Fabricio Simões 


Resultado de um projeto de formação de bailarinos, a proposta inclui oficina de dança e exposição fotográfica

SEM, espetáculo de dança dirigido por Andrea Spolaor, estará em cartaz nos dias 09 e 10 de agosto próximo, às 20h, e dia 11, às 19h, na Sala 209 da Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. O trabalho é resultado do Programa de Residência Artística da Sala 209 - Ano 2013. Andrea Spolaor já participou deste programa no ano passado com o espetáculo MAIS UMA VEZ- A Casa das Memórias, que lhe rendeu três indicações ao Prêmio Açorianos de Dança 2012 (melhor coreografia, melhor figurino e bailarina do ano).

Este ano, a bailarina e coreógrafa desenvolveu sua residência em quatro meses como um processo de formação de bailarinos resultando em três ações: um espetáculo, uma oficina de dança sobre o processo de criação do espetáculo e uma exposição do fotógrafo, que também assina a luz do espetáculo, Fabrício Simões.

O espetáculo SEM discorre sobre as coisas com as quais podemos viver sem e aquelas sem as quais não vivemos. A falta como motor do ser humano. Para isto a coreógrafa trabalhou com as bailarinas o conceito que acabou virando o nome do trabalho: S.E.M. (Sentindo em Movimento).

SEM é mais uma ação de formação da recém-criada Lírio Cia. De Dança, companhia, idealizada por Andrea Spolaor em parceria com o bailarino Pablo Torres e com a produtora cultural Silvia Abreu.

SEM
"Toda realidade começa no mundo das sensações."
O que: Espetáculo SEM-
Programa de Residência Artística da Sala 209- Ano 2013
Quando: dias 9 (sexta) e 10 (sábado) de agosto às 20h
dia 11 (domingo) de agosto às 19h
Onde: Sala 209 da Usina do Gasômetro
Av. Presidente João Goulart, 551- Centro, Porto Alegre-RS
Quanto: R$ 10,00 (Inteira)
Exposição Fotográfica de Fabrício Simões
de 9 a 30 de agosto

Oficina "SEM", com Andrea Spolaor
Dia 10 de agosto, das 16h às 18h
Sala 209 da Usina do Gasômetro
Valor: R$ 30,00
(os alunos da oficina ganharão um ingresso para o espetáculo)



6 de agosto de 2013

Selecionados Edital de Ocupação dos Teatros Municipais 2013/2

Aos cinco dias do mês de agosto de 2013 reuniu-se na Sala Álvaro Moreyra no Centro Municipal de Cultura às 14h30min a comissão para seleção de espetáculos que ocuparão as temporadas oferecidas para Dança conforme edital de concurso acima referido. A comissão foi composta pelos seguintes integrantes: Airton Ricardo Tomazzoni dos Santos, matrícula nº 30525.2, Clarice da Silva Alves, matricula nº 381540 e Luciane Soares, do SATED. Em face das solicitações e das defesas dos participantes a comissão deliberou pela ocupação das temporadas conforme segue:

TEATRO RENASCENÇA.

1ª Temporada: Dias 29 e 30 de novembro e 01 de dezembro de 2013 (sexta feira e sábado, 21h, domingo, 20h).
Espetáculo: Distúrbios

TEATRO DE CÂMARA TÚLIO PIVA


2ª Temporada: Dias 08, 09 e 10 de novembro de 2013 (sexta feira e sábado, 21h, domingo, 20h).
Espetáculo: Al-malgama Tribal, 13 anos

3ª Temporada: Dias 15, 16 e 17 de novembro de 2013 (sexta feira e sábado, 21h, domingo, 20h).
Espetáculo: Corpo Travestido

4ª Temporada: Dias 06, 07 e 08 de dezembro de 2013 (sexta feira e sábado, 21h, domingo, 20h).
Espetáculo: La nuit dans le Moulin


SALA ÁLVARO MOREYRA

 

5ª Temporada: Dia 17 de outubro de 2013 (Quinta feira às 21h)

Espetáculo: Esthétique – Devires Femininos

6ª Temporada: Dias 25, 26 e 27 de outubro de 2013 (Sexta-feira e sábado, 21h, domingo, 20h).
Espetáculo: Na Solidão

7ª Temporada: Dias 01, 02 e 03 de novembro de 2013 (Sexta-feira e sábado, 21h, domingo, 20h).
Espetáculo: Movimento, sensibilidade e emoção – A Trajetória da alma humana do sonho à realidade (ou vice-e-versa)

8ª Temporada: Dia 14 de novembro de 2013. (Quinta feira às 21h).
Espetáculo: Não houve solicitação

9ª Temporada: Dia 28 de novembro de 2013. (Quinta feira às 21h).

Espetáculo: Os melhores do Oscar 

2 de agosto de 2013

Programação de Final de Semana


9ª Conferência Municipal da Cultura


Data: 03,04 e 10 de agosto de 2013
Local:Câmara de Vereadores de Porto Alegre - Av. Loureiro da Silva, 255

PROGRAMAÇÃO 9ª CMC
PRÉ-CONFERÊNCIAS

Sábado, 3 de agosto de 2013
8h30 -9h – Credenciamento
9h-10h – Plenária de abertura e apresentação artística
10h-11h – Palestra Planos Municipais de Cultura- Uma Política de Estado para a Cultura, com Margarete Moraes, representante regional do MINC-SNC
11h-12h – Leitura e Aprovação do Regimento
12h-13h30 – Almoço
13h30-18h- Encaminhamento de propostas e eleição de delegados por eixos temáticos:
1- Estado
2- Infraestrutura
3- Patrimônio Cultural
4- Desenvolvimento Sustentável

Domingo, 4 de agosto de 2013
13h30-18h – Encaminhamento de proposta e eleição de delegados por eixos temáticos:
5- Acesso e Diversidade Cultural,
6- Formação Cultural,
7- Participação Social


Milonga da Tanguera Estudio de Danza

Venham bailar na milonga da Tanguera Estudio de Danza, dia 3 de agosto (sábado) às 21h, Rua Comendador Coruja nº 380.

Ingressos até o dia dois de agosto: R$ 20,00
Ingressos após a data acima: R$ 25,00


6º Workshop de Técnica Feminina de Tango e 2º Workshop de Técnica Masculina de Tango








1 de agosto de 2013

Estudantes da UFRGS escrevem sobre o Festival Dançapontocom

O  IV Festival Dançapontocom contou com o apoio do Curso de Licenciatura em Dança da UFRGS. Tivemos a presença de uma dos docentes na seleção da Mostra Coreográfica e intensa participação dos estudantes em toda a programação do Festival. Nesta postagem, publicamos três textos escritos por alunos da graduação do Curso de Graduação.



Percepções “Sobre o armário e a atividade dos objetos – estudo para natureza móvel”

Paola Vasconcelos


          Através de um clima intimista somos convidados, quase como intrusos, a visualizar um momento de suspensão, de pausa no nosso cotidiano atarefado. A cena começa com a intérprete se relacionando com o seu próprio corpo, quase como uma necessidade de se conectar consigo mesma, uma preparação para o que ira acontecer depois. Através do ritual de amarrar o cabelo, percebemos que ela se torna pronta para o próximo passo que prevê a sua relação com os objetos como o nome supõe. É então que ela descobre o armário e o infinito de coisas que nele existem, borboletas, bolinhas de gude, potes, sino, pequenos quadros, todos estão ali com suas funções explícitas. Nada mais que objetos e nada menos que os tais, são fatos e demarcam sua presença na cena. Sendo que ao mesmo tempo em que designam um mundo real acabam evidenciando a ausência de um sujeito (BAUDRILLARD, 2001). Entretanto ao se tratar da relação entre objetos e intérprete e possível identificar que os mesmos potencializam que naquele contexto existe a presença de um sujeito que irá manipula-los. A bailarina se propõe relacionar-se com eles, porém em nenhum momento os personifica ou desfuncionaliza aqueles corpos. Eles propõem ações quando negam aos seus comandos, de certa forma quase que como vingança, pois nos sujeitos temos a tendência de queremos dominar os objetos ao pensarmos na lógica que fomos nós que os produzimos. Entretanto a interprete em alguns momentos joga com esses erros, apesar de demostrar para plateia através de suspiros de que algo saiu de seu percurso, ou não em alguns momentos essa negação é ignorada pela mesma. No decorrer podemos visualizar cores e imagens que vão sendo compostas a cada modificação espacial organizacional que a bailarina faz com seus companheiros de cena. Em alguns momentos sentia que o movimento me parecia demasiado já que o clima era tão detalhista, o mexer como se houvesse a necessidade de dançar me incomodava já que estava capturada pela ideia de perceber o movimento pequeno de relação entre o corpo sujeito e o objeto. Em resumo o que presenciei foi um universo de sutilezas detalhes de sons, cores, formas, escolhas, movimentos que fazem nosso olhar se redimensionar desfocalizando uma perspectiva macro para observar o micro presente naquele espaço, naquele corpo, naquele tempo. Enfim passamos a ver as coisas através de uma perspectiva poética de existir. 

Referências:
BAUDRILLARD, J. Senhas, Rio de Janeiro, Dífel, 2001.



IV Festival Dançapontocom

Luiza Karnas


           Aqui! Re-Sintos se passa aqui. Aqui no elevador, aqui no hospital, aqui no bordel... Aqui na mente humana, no corpo, no movimento. Com uma estética de encher os olhos, o espetáculo da Mouvere Cia de Dança já é um clássico da dança contemporânea gaúcha. Um clássico que, de forma moderna, inteligente e bem humorada, trata dos diversos espaços que o homem perpassa durante a vida, sejam eles internos ou externos. A relação entre esses diversos espaços se inicia no momento em que o público entra na plateia do teatro. Essa está nebulosa e embasada devido a excessiva fumaça que vem do palco, fazendo com que a normal distância entre espectador e artista se estreite. O público entra no recinto teatral para ver, ouvir e sentir as possíveis relações entre homem-espaço, e como essas relações afetam uns aos outros na nossa sociedade. 

A qualidade cênica do espetáculo é indiscutível. O cenário e os figurinos escuros, retos e rígidos contrastam com a movimentação proposta por Jussara Miranda, coreógrafa e diretora geral do espetáculo. Com gestos predominante sinuosos – apesar de haver uma clara quebra de movimentação em uma das cenas –, os movimentos variavam entre o simples e virtuoso, entre o pausado e contínuo, entre o rápido e lento. As coreografias, além de explorar muito bem os espaços criados e delimitados pelo cenário, permitem que os bailarinos demonstrem suas qualidades técnicas e performáticas, concretizando com excelência as propostas e conceitos pensados para a cena. 

Re-Sintos é um espetáculo maduro, com um poder visual que se comunica diretamente com o espectador. Realmente, um espetáculo de se aplaudir em pé, como aconteceu na última sexta-feira no Teatro Renascença. Re-Sintos é para re-visitar, re-velar, re-viver. É para orgulhar, para inspirar. É daqui, artistas daqui, criado aqui. Aqui! 



Minhas Memórias do IV Dançapontom

Clarice Alves


O IV Festival Dançapontocom terminou no domingo e fiz uma espécie de lista de emoções, de palavras e de experiências que passarão a fazer parte da coleção que guardo na memória. Como são recentes e foram muitas num curto espaço de tempo, ainda estão aleatórias e confusas dançando freneticamente e atordoando meus neurônios. Tentando dar ordem ao caos, segue o que colhi: 

Sobre a homenagem ao Terpsí: 

Na manhã úmida e fria de sábado a imagem vinda de um outro tempo da Cíntia Flach em Lautrec... fin de siècle(1993) emergindo dos chuviscos na tela da Sala P.F. Gastal, em cores desfiguradas, louca no palco, rompendo o tempo com seu uivo lascivo. A imagem mais forte de todo festival para mim. A força da criação artística transcendendo a mofo da fita VHS em que estava aprisionada. Uma espécie de gênio libertado da lâmpada. Apenas eu e mais 11 pessoas assistiram a esse milagre. 

“Tu tens que te aprofundar na fragilidade. Deixa a cultura fálica para os burocratas”, Leta Etges para a Carlota. 

O Raul Voges dançando livre com um pé de salto em cima da mesa na Casa das Especiarias, uma celebração à vida; 

“O que me interessa é a diversidade de corpos” Carlota Albuquerque. 

Eu só existo em grupo...eu sou a água, vocês são os temperos” Carlota Albuquerque; 

A Sala Álvaro Moreyra inundada de amor na homenagem à Carlota Albuquerque; 

As anotações do debate com as professoras Maria Helena Bernardes e Suzane Weber: 

“A arte da performance deve muito mais à dança do que ao teatro”, Maria Helena Bernardes. 

“Há um padrão dominante na dança contemporânea no mundo todo. Há uma predominância feminina na dança. Mulheres muito mais técnicas de que os homens. Há uma preferência por beleza e exotismo nos corpos”, Suzane Weber. 

“A trilha sonora é uma fragilidade na produção em dança”, Suzane Weber. 

“Mesmo no início da década de 90 quando a Pina Baush começou a fazer sucesso e não tínhamos visto nada dela. Quando alguns professores do DAD traziam fotos e cartazes de seus espetáculos, já estávamos sendo influenciados por aquele padrão” Suzane Weber. 

“Cada artista tem uma busca pelo que ele nem sabe dizer o que é. Mas quando encontra sabe exatamente que encontrou. Essa é uma sensação que só o artista experimenta”, Maria Helena Bernardes. 

Impressões da Mostra de domingo: 

A invasão das ruas em pleno Renascença, tipo “o terrorista pode estar ao seu lado plantando bananeira”. Será que foi dança reportagem o que o Grupo Experimental fez? 

A precisão de movimentos, cenografia e iluminação em Fauno; 

A dama samurai Luciana Paludo desenhando com o corpo imagens deslumbrantes na penumbra do palco; 

O professor Jair Umann reverberando no maculelê de mão dadas com a dança contemporânea. 

A chuva de cebolas na bailaora destrambelhada Dani Zill; 

A Paulinha Finn – cria da UFRGS e do Centro de Dança – virando gente grande em produção; 

O no sense da performance proposta por Márcio Canabarro, arriscando corpos de personas da dança na cidade no aleatório que intriga e desconforta mentes cartesianas.