Centro Municipal de Dança


Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura (SMC) articula as ações de dança de Porto Alegre, por meio da preservação da memória, do fomento à produção, formação de público, difusão e acesso às informações, atividades artístico-pedagógicas e constituição das relações com a produção em dança estadual, nacional, e internacional. O objetivo é valorizar os profissionais, promover a produção e o desenvolvimento da arte da dança, tornando-se um espaço de referência para a área na capital .


Bem Vindo!!!

29 de dezembro de 2016

Mostra de Dança Verão 2017

Mostra de Dança Verão abre calendário cultural de 2017

A 23ª Mostra de Dança Verão, que ocorre de 12 a 15 de janeiro no Teatro Renascença (Av. Erico Verissimo, 307), sempre às 20h, abre o calendário cultural de Porto Alegre. O evento promovido pela Coordenação de Dança da Secretaria da Cultura apresenta mais de 100 coreografias dos principais grupos da cidade. Na abertura, quinta-feira, 12 de janeiro, a Companhia Jovem de Dança de Porto Alegre apresentará a coreografia Parmi, com 20 crianças e jovens das Escolas Preparatórias de Dança de cinco bairros da periferia da cidade. Os ingressos custam R$ 20, com desconto de 50% para maiores de 60, estudantes, classe artística e funcionários públicos. A bilheteria abre a partir das 19h.

Danças urbanas, tango, balé, dança do ventre, samba, flamenco, afro, dança contemporânea e jazz , entre outros gêneros pontuam a diversidade da programação que segundo o organizador Airton Tomazzoni, “promete encantar todos os públicos com técnica e emoção. E cada noite tem uma programação diferente, uma oportunidade de conhecer e prestigiar a dança produzida na capital”. O público poderá conferir mais de 100 coreografias de alguns dos melhores profissionais e grupos da cidade, bem como de jovens talentos. 

Realizado pela Coordenação de Dança da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre, a Mostra de Dança Verão tem em sua programação vários trabalhos de coreógrafos e escolas como Ballet Redenção, Cia H, Laboratório da Dança, Circo Híbrido, Restinga Crew, Templo do Oriente, Ballet Concerto, Centro de Dança Edison Garcia (CDEG), Arte Negra Expressão Contemporânea, Sabor Latino, Claquê Centro de Sapateado, Essência Cia de Dança, Grupo Flamenco Silvia Canarim, entre outros.

Outras informações Coordenação de Dança - Telefone 3289 8065 ou pelo email:tomazzoni@smc.prefpoa.com.br

Confira a Programação Completa:

22 de dezembro de 2016

Centro de Dança divulga os selecionados para a Mostra de Dança Verão 2017




O Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura divulga as coreografias selecionadas para a Mostra de Dança de Verão 2017 que acontecerá de 12 a 15 de janeiro de 2017 às 20h, no Teatro Renascença.
A Mostra de Dança Verão abre o calendário cultural de 2017 com a diversidade da produção da dança na capital com dezenas de grupos, companhias de dança e bailarinos em espetáculos de dança de rua, tango, balé, dança do ventre, samba, flamenco, zouk, dança contemporânea, jazz, entre outras. Para esta edição a mostra bateu recorde de inscrições e a programação contará com 100 coreografias selecionadas.
Solicitamos confirmação da participação até dia 28 de dezembro impreterivelmente. Após essa data será estipulada a escala com horários de ensaios e da ordem das apresentações nas respectivas noites.
Confira a lista dos selecionados para cada dia de programação (Obs: não corresponde à ordem de apresentação) nas respectivas noites:

Quinta-feira

A bailarina da Janela
Árabe Moderno
Ben
Cupido
Dança com Espada
Derrubando outros Tabus
Dois Sopros
Don Quixote
Há Wally
Lo Que Más
Mar ao fundo
Partitura número 2
Queixas de Bandoneon
Regresso
Sensações
Sobre Nós
Tempo da Delicadeza
Tristeza e Solidão
You'll See

Sexta-feira


A Dança e Alma
Baile de Gallus
Baixão das Andorinhas
Clássica Egípcia
Colina de Esperança
Corpofrenia
Danças Tradicionais Gaúchas
Delicadeza da Flor
Derbak
Doe de Mãe
Festa dos Pandeiros
Fragmentos de Análogos
Fraternidade
I Want You Back
Leylat Hob
Meus Conflitos Internos
Novos Rumos
O medo
Ògún
Pela Última Vez...
Por Estados Construídos
Raksat Al Amira
Rubamba
Seguidilha do Ballet Don Quixote
Sentimento
Spartacus
Tabla Mansur
Tabu

Sábado

A Lenda da Noiva da Lagoa dos Barros
Abraço
Aconchego
Agrippina
Alguns temperos, e...
Apolo - Remontagem e adaptação
Ballroom Fox Trot
Czardas
De Cuba a Cádiz
Deslocamento
Direto dos quadrinhos
Divando
Eloyá
Fingimentos Sinceros
Je veux
Mallari - the auspicius instruments
Noites na Broadway
Nykia - La Bayadere
O amor só é bom se doer?
Quem disse que não podemos voar ?
Romeu e Julieta - Cena do Balcão
Serenade
Uma Noche Mas
When I Grow Up
Who you are?
Wuenísima Fusion

Domingo

Advento Old school
Afro Sou
Aganjú Lendê, Má Bérú
Aziza
Bachatango Seduzente
Ballroom ChaCha
Belly Hell
Calhambeque
Caxinguelê
Cingerdi
Disritmia
Do Inicio ao Fim
Duas Vezes Lucas
Em Flor
Eretz
Gesto
Homenagem A Plauto Cruz
La Cachilla
Mambo Gozon
Mulher do Fim do Mundo
Não Recomendado (palavras)
Odoyá
Pop Dance
Riscos e rabiscos
Sereias de Yemanjá
Simples
Snujs Intermediário
Solos de Derbak
Tango Pedimiento
Tientos
Valente

Mais informações no Centro de Dança da SMC (fone: 3289.8065), pelo e-mail dancasmc@gmail.com ou no Blog do Centro de Dança http://cdancasmc.blogspot.com.br/

14 de dezembro de 2016

Mostra do Grupo Experimental de Dança 2016 na Usina do Gasômetro




De 16 a 18 de dezembro os integrantes das turmas da manhã e da noite do Grupo Experimental de Dança (GED) apresenta ao público uma mostra dos processos de trabalho desenvolvidos durante o ano de 2016.

O GED (turma da noite) espera o público na sala Rony Leal (Usina do Gasômetro, 3º andar), nos dias 16 e 18 de dezembro, às 18h30min, para fazer parte de “Kairós – o que fica em nós”.

Os gregos antigos usavam duas palavras para designar o tempo: “chronos” e “kairós”. Enquanto o primeiro refere-se ao tempo cronológico ou sequencial (o tempo que se mede, de natureza quantitativa), Kairós possui natureza qualitativa, o momento indeterminado no tempo em que algo especial acontece. Kairós é o deus do tempo oportuno e, nesse caso, também é constatação de que o tempo que passa, quando vivido de forma plena, deixa marcas no corpo.

A turma da manhã do GED receberá o púbico com todo o glamour para um grande baile de gala – o “Gala GED” , no Mezzanino da Usina do Gasômetro, dia 17 de dezembro às 20h.

Belos vestidos. Make-ups luxuosíssimas. Corpos no auge de seu desabrochar. Leoas de salto alto. Primor primata. Hair styles da mais alta pompa. Idiossincrasia aristocrática. Glamour decadente. Esquizofrenia requintada. Garbo mofado. Tradição torta. Vanera venérea. Tapete vermelho do avesso. Chulé chic. Puro luxo orgânico. Uma celebração que visa a chegada de todos, como um cardume, a um lugar comum. Ou nenhum.

O Grupo Experimental de Dança da Cidade é um programa anual gratuito de formação em dança mantido pelo Centro Municipal de Dança da Secretaria Municipal da Cultura da Prefeitura de Porto Alegre. O programa funciona de março a dezembro, num total de 400 horas aulas de atividades e que sempre encerra sempre com a montagem de uma mostra dos processos de trabalho. O projeto nasceu em 2007 da necessidade de disponibilizar uma formação artística, plural, democrática e acessível para aos interessados em dança na capital, mantendo uma rotina de diária de aulas e possibilitando a vivência do trabalho coletivo e a troca de saberes entre bailarinos, professores, intérpretes e criadores.

SERVIÇO:

Kairós – o que fica em nós
Grupo Experimental de Dança – Turma noite
Dias 16 e 18 de dezembro
Horário: 18h30 (Senhas a partir das 17h30)
Sala Rony Leal, Usina do Gasômetro – 3º Andar
Entrada Franca

Gala GED
Grupo Experimental de Dança – Turma manhã
Dia 17 de dezembro
Horário: 20h
Mezzino da Usina do Gasômetro
Entrada Franca

13 de dezembro de 2016

Prêmio Açorianos de Dança consagra os melhores de 2016


A cerimônia de entrega do Prêmio Açorianos de Dança, ocorrida no dia 13 de dezembro, no Teatro Renascença, consagrou o melhor da produção da dança em Porto Alegre no ano de 2016. 
Conheça os vencedores:

Espetáculo do Ano:
- Iluminus

Direção:
- Gustavo Silva, por Iluminus;

Bailarino:
- Jackson Brum, por Suspiro;
- Michel Capeletti, por Enquanto as coisas não se completam;

Bailarina:
- Paula Finn, por Hiato;

Coreografia:
- Gabriella Castro, Gustavo Silva e Italo Ramos, por Iluminus;

Cenografia:
- Juliano Rossi, por Marcela Fenay;

Iluminação:
- Carol Zimmer, por Iluminus;

Figurino:
- Antonio Rabadan, por Flamenco Imaginário;

Trilha Sonora:
- Guilherme Guinalli; por Hiato;

Produção:
- Daniele Zill e Juliana Kersting, por Flamenco Imaginário; 
Novas Mídias em Dança:
- Mágica, de Edson Ferraz;

Destaque em Dança do Ventre:
- Sirena – pela criação e qualidade da produção do espetáculo.

Destaque em Danças Urbanas:
- Cotidiano Urbano – pela integração dos diversos elementos do movimento cultural hip hop, suas ações efetivas dentro da comunidade (como o protagonismo social, feminino, infantil), autonomia através da dança, registro histórico e visual dentro da obra. 

Destaque em Danças de Salão:
- Kirinus e Nunes Centro de Dança - pelo trabalho qualificado e consistente, fomentando a prática, a formação amadora e pré-profissional em dança de salão, integrando diversos ritmos através de todos os seus profissionais, sempre atuando de forma ética e integradora.

Destaque em Danças Étnicas:
- O Feminino Sagrado – Um Olhar Descendente da Mitologia Africana – pela concepção do espetáculo que resgata o sagrado feminino e a cultura afro-brasileira.

Destaque em Sapateado:
- Claque Centro de Sapateado – pelas iniciativas de promoção do sapateado na cidade.

Destaque em Flamenco:
- Usina Tablao – por engajar o público através do financiamento coletivo trazendo um músico internacional para uma produção que fomenta e fortalece a tradição dos Tablaos Flamencos.

Destaque em Balé:
- Gala Ballet – pela importância do evento para a integração, difusão e valorização do ballet na cidade.

Destaque em Jazz:
- Suzana D’Ávila – como formadora de uma escola de jazz e pela trajetória de 30 anos da Transforma Cia de Dança.


Destaque em Dança Contemporânea:
- Wagner Ferraz – pelo incremento à pesquisa, reflexão e produção editorial em dança.

Projetos de Difusão e Formação em Dança:
- Luciana Paludo Convida – pela consistência do trabalho de difusão da dança e pela integração os diversos profissionais de dança. 

- Mostra de Dança da Área de Desenvolvimento Social – ACM – pela consistência do trabalho de formação em dança e a relação com a comunidade local pela iniciativa de organização e realização da mostra.

Personalidade da Dança: 
- Lenita Ruchel Pereira

Destaque Imprensa: 
- OCTO

Incentivo à dança: 
- Cesmar (Centro Social Marista)

Homenageado do Ano:
Edison Garcia

8 de dezembro de 2016

Festa da Dança em Porto Alegre - Entrega do Prêmio Açorianos de Dança acontece dia 13 de Dezembro


Na próxima terça-feira (13 de dezembro), às 20 horas, no Teatro Renascença, acontece a cerimônia de entrega do Prêmio Açorianos de Dança 2016. O Prêmio consagra o melhor da produção da dança de Porto Alegre em toda sua diversidade por meio de 21 categorias. A cerimônia contará com fragmentos do espetáculo Adágio da Cia Municipal de Dança de Porto Alegre. Os mestres de cerimônia serão os atores Lauro Ramalho e João Carlos Castanha.
Em 2016 foram 14 espetáculos inscritos no Prêmio de Espetáculo do Ano.  Entre os finalistas destacam-se os espetáculos IIuminus, da New School Dreams, indicado em todas as 10 categorias do Prêmio (Espetáculo do Ano, Direção, Coreografia, Bailarino, Bailarina, Cenografia, Figurino, Iluminação, Trilha Sonora e Produção). Hiato, do Coletivo Tônuma, teve 9 indicações, incluindo melhor espetáculo. Destacam-se ainda na produção do ano: Acuados, da Ânima Cia de Dança; Flamenco Imaginário da Companhia Flamenco Del Puerto; Suspiro, do Grupo My House; e Retirantes, somos todos severinos, da recém criada Cia de Dança Reticências. O grande júri, que avaliou os espetáculos inscritos, foi composto por Ana Vasconcelos, Marlise Machado, Mirco Zanini, Emily Borghetti, Airton Tomazzoni, Cauan Feversani e Brysa Mahaila.
O Prêmio Açorianos de Dança contempla ainda as categorias de destaque por modalidades, como balé, jazz, danças urbanas, entre outras, além das categorias de Novas Mídias em Dança e Projetos de Difusão e Formação. Essas categorias contam com júris especializados que somam um total de 22 profissionais da área. Os vencedores recebem troféu especialmente criado pelo artista plástico Vasco Prado.
O Homenageado do Ano será o professor, bailarino e coreógrafo EDISON GARCIA que foi diretor do Ballet Phoenix, uma das mais importantes companhias de dança de Porto Alegre que projetou inúmeros profissionais ao longo da década de 1990 e no início dos anos 2000 e pelo trabalho desenvolvido atualmente com seus mais de 100 alunos e alunas da melhor idade no CDEG (Centro de Dança Edison Garcia). A professora, coreógrafa, diretora, empresária LENITA RUSCHEL PEREIRA receberá o prêmio especial como Personalidade do Ano por sua ação qualificada e diferenciada na cena atual, com uma trajetória de 60 anos como educadora, criadora, gestora, empreendedora na área da dança. Também serão premiados os jornalistas Carol Anchieta e Fernando Muniz do OCTO pelas ações específicas de difusão e divulgação da dança. O CESMAR – Centro Social Marista pelo incentivo e apoio à produção da dança na periferia da capital.
Confira a lista dos indicados abaixo.

7 de dezembro de 2016

Escolas Preparatórias de Dança apresentam Histórias de Natal


Nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, as Escolas Preparatória de Dança apresentam a Mostra de final de ano “Histórias de Natal”. A apresentação acontecerá no Teatro Renascença, com sessões as 18h30 e às 19h30.
Escola Preparatória de Dança é um projeto desenvolvido em parceria pelas secretarias municipais de Educação (SMED) e de Cultura (SMC) com a Cia Municipal de Dança de Porto Alegre, em que cerca de 500 estudantes participam de aulas envolvendo múltiplas linguagens de dança. As escolas da Rede Municipal de Ensino funcionam como sedes do projeto: as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF), Senador Alberto Pasqualini, na Restinga; José Loureiro da Silva, no Cristal; Pepita de Leão, no Passo das Pedras; Deputado Victor Issler, no Mario Quintana; e Dr. Liberato Salzano Vieira da Cunha, na Vila Elizabeth.
No domingo, dia 11 às 20 horas também será apresentado “PARMI (no meio de)”, espetáculo da Cia Jovem de Dança. O espetáculo foi criado entre vontades, dificuldades, incertezas e pode ser traduzido, segundo os jovens bailarinos, como “reflexo da própria vida, na qual muitas coisas estão encobertas e onde diferentes relacionamentos são estabelecidos”. A Cia Jovem de Dança é composta por 22 crianças e adolescentes que durante os últimos meses tem persistido para que tal projeto tivesse continuidade.

SERVIÇO:

“HISTÓRIAS DE NATAL”, Escola Preparatória de Dança
Dia 10 de dezembro, às 18h30 e 19h30;
Dia 11 de dezembro, às 18h30;
Teatro Renascença
Entrada Franca

“PARMI – no meio de”, Cia Jovem de Dança
Dia 11 de dezembro, às 20h
Teatro Renascença
Entrada Franca


6 de dezembro de 2016

Centro de Dança Abre Inscrições Para a Mostra de Dança Verão 2017


    O Centro de Dança da Secretaria Municipal da Cultura está com as inscrições abertas para a Mostra de Dança de Verão 2017, no período de 06 de dezembro a 20 de dezembro.

    Para efetivar sua inscrição, preencha a ficha anexa e entregue no Centro de Dança da SMC (Av. Érico Veríssimo, 307 – Menino Deus – fone: 3289.8065) ou envie para o e-mail dancasmc@gmail.com acompanhada de foto com 300 DPIs de definição e o crédito do fotógrafo, com o assunto MOSTRA DE DANÇA VERÃO 2017. A falta das informações solicitadas na ficha de inscrição ou a não-adequação às exigências do evento implicam na automática eliminação da seleção. Os trabalhos selecionados que não puderem se apresentar na data indicada quando do preenchimento da ficha de inscrição, ficarão de fora da programação.

    O encerramento das inscrições será no dia 20 de dezembro e a divulgação do resultado será no dia 22 de dezembro de 2016. A Mostra de Dança Verão acontecerá nos dias 12, 13, 14 e 15 de janeiro de 2017, no Teatro Renascença.

Baixe a ficha de inscrição aqui

5 de dezembro de 2016

INDICADOS AO PRÊMIO AÇORIANOS DE DANÇA 2016

Espetáculo Hiato e Iluminus

O Centro Municipal de Dança da Secretaria da Cultura de Porto Alegre divulga a lista de finalistas ao Prêmio Açorianos de Dança 2016. Os vencedores serão conhecidos na cerimônia que será realizada dia 13 de dezembro, às 20 horas, no Teatro Renascença. Em 2016 foram 14 espetáculos inscritos no Prêmio de Espetáculo do Ano. O grande júri, que avaliou os espetáculos inscritos, foi composto por Ana Vasconcelos, Marlise Machado, Mirco Zanini, Emily Borghetti, Airton Tomazzoni, Cauan Feversani e Brysa Mahaila.
O Prêmio Açorianos contempla ainda as categorias de destaque por modalidades, como balé, jazz, danças urbanas, entre outras, além das categorias de Novas Mídias em Dança e Projetos de Difusão e Formação. Essas categorias contam com júris especializados que somam um total de 22 profissionais da área.
Informações pelo fone 32898065.
Confira os finalistas:

Espetáculo do Ano:
- Acuados, da Ânima Cia de Dança;
- Flamenco Imaginário, da Cia de Flamenco Del Puerto;
- Hiato, do Coletivo Tônuma;
- Iluminus, da New School Dreams;
- Retirantes, somos todos severinos, da Reticências Cia de Dança;

Direção:
- Eva Schul, por Acuados;
- Gustavo Silva, por Iluminus;
- Leonardo Jorgelewicz, por Hiato;
- Liane Venturella, por Marcela Fenay;
- Marco Rodrigues, por Suspiro;

Bailarino:
- Jackson Brum, por Suspiro;
- Matheus Almeida, por Retirantes, somos todos severinos;
- Michel Capeletti, por Enquanto as coisas não se completam;
- Thyago Perla, por Iluminus;
- Wellington Borges, por Suspiro;

Bailarina:
- Andrea Spolaor, por Marcela Fenay;
- Bianca Weber, por Acuados;
- Emily Chagas, por Acuados;
- Mariana D. Silva, por Iluminus;
- Paula Finn, por Hiato;

Coreografia:
- Carlos Neto, por Retirantes, somos todos severinos;
- Coletivo Tônuma, por Hiato;
- Eva Schul, por Acuados;
- Gabriella Castro, Gustavo Silva e Italo Ramos, por Iluminus;
- Jackson Brum, por Suspiro;

Cenografia:- Antonio Rabadan, por Flamenco Imaginário;
- Elcio Rossini, por Verde (In)tenso;
- Juliano Rossi, por Marcela Fenay;
- Mailson Fantinel e Paula Pinheiro, por Hiato;
- Rodrigo Shalako, por Iluminus;

Iluminação:
- André Birck, por Suspiro;
- Carol Zimmer e Paula Pinheiro, por Hiato
- Carol Zimmer, por Iluminus;
- Mauricio Rosa Marques, por Verde (In)tenso;

Figurino:
- Antonio Rabadan, por Flamenco Imaginário;
- Laura Bauermann, por Marcela Fenay;
- Mailson Fantinel e Victor Kayser, por Hiato;
- Thais Ávila e Ceciliana Aires, por Iluminus;

Trilha Sonora:
- Giovani Capeletti, por Flamenco Imaginário;
- Guilherme Guinalli e GS2, por Iluminus;
- Guilherme Guinalli; por Hiato;
- Ìdòwú Akínrúlí, por Ògúndábède.
- Jade Corrêa, por Retirantes, somos todos severinos;

Produção:
- Ana Paula Reis/ Bendita Cultura e Débora Nunes, por Iluminus;
- Carol Zimmer e Paula Finn, por Hiato;
- Daniele Zill e Juliana Kersting, por Flamenco Imaginário;
- Luka Ibarra e Ana Paula Reis/ Lucida Desenvolvimento Cultural, por Acuados;
- Tiago R. Souza/CoMusic, por Retirantes, somos todos severinos;

Novas Mídias em Dança:
- 567OCTO, de Fernando Muniz;
- Fratura exposta, de Alessandro Rivelino;
- Gente... o movimento está na vida..., de Rosana Almendares;
- Mágica, de Edson Ferraz;
- Primal, de Jorge Eduardo Diehl;

Destaque em Dança do Ventre:
- Layali Zaman – Uma Experiência Árabe – pela inovação no formado do espetáculo apresentado.
- Luana Limana – como bailarina revelação.
- Oncodance – pelo trabalho de apoio terapêutico a mulheres com câncer através da dança do ventre .
- Priscila Fontoura – pela criação de uma nova metodologia de ensino da dança do ventre à distância através de vídeo aulas.
- Sirena – pela criação e qualidade da produção do espetáculo.

Destaque em Danças Urbanas:
- Cotidiano Urbano – pela integração dos diversos elementos do movimento cultural hip hop, suas ações efetivas dentro da comunidade (como o protagonismo social, feminino, infantil), autonomia através da dança, registro histórico e visual dentro da obra.
- Iluminus – pela utilização das linguagens de danças urbanas mescladas com rigor artístico e conceitual.
- Karina Rolin – por sua atuação como educadora social utilizando o Breaking como ferramenta, e representando o público feminino como júri da batalha All Style (evento Restinga Crew 13 anos).
- Suspiro – pela mescla dos diferentes elementos do hip hop com o contexto artístico e poético.
- Wellington Borges – pela estreia no espetáculo Suspiro, e suas conquistas e atuações no meio cultural das danças urbanas.

Destaque em Danças de Salão:
- Encontro de Damas no Salão do RS - pela valorização das mulheres na dança de salão, que são as grandes mantenedoras deste mercado, com vistas a contribuir para sua autoestima e autonomia na dança de salão.
- IV Encontro de Forró de Porto Alegre - pela ampliação do evento, que promove e valoriza um ritmo brasileiro de salão; pela curadoria dos instrutores que, na sua totalidade, transmitem diversos vieses e vertentes do forró; pelo congraçamento harmonioso com várias escolas de dança de salão no projeto e pela integração com o circuito brasileiro de forró.
- Katiusca Marusa Dickow - pela diferenciada metodologia e pelo estudo acadêmico da educação em Dança de Salão.
- Kirinus e Nunes Centro de Dança - pelo trabalho qualificado e consistente, fomentando a prática, a formação amadora e pré-profissional em dança de salão, integrando diversos ritmos através de todos os seus profissionais, sempre atuando de forma ética e integradora.
- Maratona de Samba de Porto Alegre – 7ª Edição - pela inclusão de espaços para a reflexão sobre a Dança de Salão, com vistas a qualificar o mercado de forma ética, e pela opção da qualidade sobre a quantidade.

Destaque em Danças Étnicas:
- Choref – pelo contínuo trabalho de disseminação da cultura judaica através da dança.
- Instituto Cadê Zumbi? – pelo trabalho de resgate e alfabetização em dança e cultura afro-brasileira do Rio Grande do Sul.
- O Feminino Sagrado – Um Olhar Descendente da Mitologia Africana – pela concepção do espetáculo que resgata o sagrado feminino e a cultura afro-brasileira.
- Rancho Português – Galo de Barcelos – como grupo revelação no resgate à cultura portuguesa na cidade.
- Sociedade Polônia – pela retomada do trabalho do grupo de dança que busca preservar a cultura polonesa em Porto Alegre.

Destaque em Sapateado:
- Beatriz Tinoco – sapateadora revelação.
- Claque Centro de Sapateado – pelas iniciativas de promoção do sapateado na cidade.
- Gabriella Castro – pela concepção e direção do vídeo em comemoração ao dia internacional do sapateado americano.
- Glenda Duarte – pela concepção e direção do espetáculo Pé S Soa.
- Leonardo Dias Machado – pela atuação no espetáculo Flamenco Imaginário.

Destaque em Flamenco:
- Flamenco em Clio – pela programação múltipla e continuada de valorização do flamenco, abrindo um novo espaço de difusão.
- Flamenco Imaginário – pela inovadora iniciativa, pela difusão ampliando o público do flamenco e pelo cuidado nos diversos aspectos da produção do espetáculo.
- Giovani Capeletti – pela resistência no trabalho como músico flamenco, pelo apoio aos diversos grupos de dança flamenca na cidade e pela referência como profissional da cena.
- Paula Finn – pelo destaque como bailarina no projeto Usina Tablao.
- Usina Tablao – por engajar o público através do financiamento coletivo trazendo um músico internacional para uma produção que fomenta e fortalece a tradição dos Tablaos Flamencos.

Projetos de Difusão e Formação em Dança:
- 4º Encontro de Forró – pela iniciativa e abrangência do evento para a disseminação da dança na cidade.
- Casa Cultural Tony Petzhold – pelo trabalho continuado de formação em dança e pela constituição de um espaço de apresentações públicas na cidade.
- Grupo Tradição Cultura Herança Tchê /Ufrgs – pela consistência do trabalho e pela trajetória de 10 anos de formação em dança de formação de plateias.
- Luciana Paludo Convida – pela consistência do trabalho de difusão da dança e pela integração os diversos profissionais de dança.
- Mostra de Dança da Área de Desenvolvimento Social – ACM – pela consistência do trabalho de formação em dança e a relação com a comunidade local pela iniciativa de organização e realização da mostra.

Destaque em Balé:
- Carla Bublitz – pelo trabalho de difusão do ballet do Rio Grande do Sul no Brasil e no Exterior.
- Clarissa Pesce – pelo desenvolvimento de uma metodologia de dança clássica para adultos iniciantes.
- Cristiane Figueiredo – pela qualidade técnica e artística.
- Gala Ballet – pela importância do evento para a integração, difusão e valorização do ballet na cidade.
- Projeto Expressar – pela democratização do acesso à dança clássica na periferia da cidade.

Destaque em Jazz:
- Carol Dalmolin – pela produção coreográfica em jazz.
- Fernanda Sesterheim – pela trajetória como bailarina, coreógrafa e formadora de uma escola de jazz.
- Igor Zorzela – pela atuação como bailarino e jovem coreógrafo.
- Laboratório da Dança - pela criação e promoção do I e II Encontros de Estudos em Jazz.
- Suzana D’Ávila – como formadora de uma escola de jazz e pela trajetória de 30 anos da Transforma Cia de Dança.

Destaque em Dança Contemporânea:
- Atma – pela pesquisa de linguagem de interseção entre a dança contemporânea e as artes circenses.
- Douglas Jung – pela diversidade de atuação artística e pedagógica em diversos circuitos da cena da cidade.
- Hiato – pela qualidade do resultado da pesquisa de linguagem e produção artística coletiva.
- Iluminus – por diluir as fronteiras entre as danças urbanas e a dança contemporânea.
- Suspiro - por diluir as fronteiras entre as danças urbanas e a dança contemporânea.
- Wagner Ferraz – pelo incremento à pesquisa, reflexão e produção editorial em dança.